Atualizado em: 1 de março de 2024 | 19:58h

Autor: Assessoria de comunicação

Prefeitura lança a Campanha “Quem cuida recolhe” e instala dispensers cata caca, em locais estratégicos do município

Passear com os pets ao ar livre, nas praças e jardins da cidade, é sempre muito divertido e saudável para o animal, mas não recolher as fezes dos mesmos é algo desagradável, que mostra falta de respeito com os outros pedestres e com a vizinhança e uma forma de transmitir inúmeras doenças para outros cães, […]

24/11/2023 8h48 Atualizado há 3 meses atrás

Passear com os pets ao ar livre, nas praças e jardins da cidade, é sempre muito divertido e saudável para o animal, mas não recolher as fezes dos mesmos é algo desagradável, que mostra falta de respeito com os outros pedestres e com a vizinhança e uma forma de transmitir inúmeras doenças para outros cães, outras espécies de animais e até para os humanos. Em gramados e calçadas, os dejetos podem gerar mau odor e levar a formação de ovos de parasitas.

A Prefeitura pensando na questão de limpeza e na saúde pública, evitando proliferação e contaminação de parasitas e verminoses, lançou a Campanha “Quem cuida recolhe” e instalou dispensers cata caca no “Novo Bezerrão” e nas praças Epitácio Pessoa e em frente ao Fórum (Desembargador Santos Estanislau Pessoa de Vasconcelos). Os saquinhos disponíveis são biodegradáveis (meio ambiente agradece) e a ideia é fazer com que cada tutor seja responsável pelo lixo que seu cachorro produz durante o passeio.

A primeira-dama do município, Maria Porto detalhou a iniciativa, “estamos pensando na coletividade, é importante mantermos nossas praças, estádio e outros ambientes públicos limpos, essa instalação inicial contemplou três locais de grande circulação de pessoas no dia a dia, a proposta será instalada no máximo de lugares possíveis, tornando acessível o saquinho aos tutores de cães para limpeza e descarte das fezes de forma correta.”

As doenças transmitidas pelas fezes dos cães são inúmeras:

  • Parvovirose canina: doença viral grave que causa vômito, diarreia e desidratação;
  • Bicho geográfico: atinge geralmente crianças que brincam descalças em parques e praias;
  • Giárdia canina: uma doença parasitária que se aloja no trato gastrointestinal;
  • Toxocaríase: um tipo de verminose que quando atinge o homem pode causar cegueira;
  • Tênia: uma verminose que vive fora do trato gastrointestinal e pode causar anemia e diarreia.

Nos humanos, o contágio dessas doenças pode se dar não pelo contato direto com as fezes, mas por objetos e alimentos contaminados. Nos próprios cachorros, o contágio pode acontecer pela ingestão ou pelo contato direto com as fezes contaminadas, mesmo que o animal esteja bem cuidado e com as vacinas em dia.

 

 

 

 

 

 

 


Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support

Preferência de Cookies

Usamos cookies e tecnologias semelhantes que são necessárias para operar o site. Você pode consentir com o nosso uso de cookies clicando em "Aceitar" ou gerenciar suas preferências clicando em “Minhas opções”. Para obter mais informações sobre os tipos de cookies, como utilizamos e quais dados são coletados, leia nossa Política de Privacidade.