Atualizado em: 19 de abril de 2024 | 23:34h

Autor: Assessoria de comunicação

Encontro promovido pelo SEBRAE PB marca o fortalecimento do Agronegócio Sustentável do brejo paraibano

Bananeiras ontem foi a sede do Encontro Território do Agronegócio Sustentável promovido pelo SEBRAE PB, em parceria com os municípios, Banco do Nordeste, EMPAER e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Estiveram presentes neste encontro sediado no Espaço Cultural Oscar de Castro, a equipe do SEBREAE -PB composta por: Jacy Viana (Gerente Operacional), João de […]

17/03/2023 12h44 Atualizado há 1 ano atrás

Bananeiras ontem foi a sede do Encontro Território do Agronegócio Sustentável promovido pelo SEBRAE PB, em parceria com os municípios, Banco do Nordeste, EMPAER e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Estiveram presentes neste encontro sediado no Espaço Cultural Oscar de Castro, a equipe do SEBREAE -PB composta por: Jacy Viana (Gerente Operacional), João de Deus Leôncio (Analista) e Bruno Soares (Consultor na área de Desenvolvimento Territorial).

A cada mês, representantes dos municípios participantes a exemplo de Bananeiras, Belém, Dona Inês, Guarabira, Mari, Pilões e Serraria se reúnem para debater maneiras de fortalecer o Agronegócio Sustentável. No Brejo foram elencadas duas cadeias produtivas são elas: aquicultura e apicultura para serem trabalhadas a reestruturação e desenvolvimento trazendo melhorias, tecnologias e investimento para o meio rural e a agricultura familiar.

As atividades rurais deram um grande salto nesta última década: a expressão do momento é a Agricultura 4.0, que incorpora o conceito de uso da tecnologia para aumentar o rendimento, otimizar o tempo, reduzir os custos e o impacto ambiental. Em um cenário moderno, as abelhas não poderiam ficar de fora, já existe até uma espécie de “Uber de abelhas”, aplicativo que conecta agricultores e apicultores para fecharem serviços de polinização. A evolução envolve uma constante quebra de paradigmas, formação de novos conceitos e adaptações. Explicou, João de Deus, Analista do SEBRAE -PB.

O crescimento da aquicultura em todo mundo e a busca por uma produção de alimentos mais eficiente, no quesito ambiental, econômico e social, faz com que o setor utilize cada vez mais tecnologias que potencializem a produção e minimizem as perdas. Com isso a aplicação da zootecnia de precisão torna-se importante ferramenta para a aquicultura. Alimentadores automáticos, sondas, câmeras e sensores que monitoram e captam informações sobre a qualidade da água e consumo de ração, são tecnologias aplicadas que já mostraram sua eficácia nos cultivos. Essas tecnologias podem ser aplicadas em sistemas extensivos e intensivos. Atualmente softwares utilizando inteligência artificial no processo de identificação e contagem de larvas de peixes estão sendo desenvolvidos. Este processo, normalmente é realizado manualmente por meio amostragem, o que leva tempo e demanda de mão-de-obra especializada e está suscetível ao erro humano. O desenvolvimento de tecnologias como essas tornam a produção de peixes, uma prática cada vez mais competitiva e sustentada. Pontuou, Bruno Soares, Consultor na área de Desenvolvimento Territorial SEBRAE-PB.

Estamos muito empolgados com a adesão de Bananeiras ao time de municípios parceiros do SEBRAE -PB, nessa empreitada, sabemos que será uma jornada árdua, mas muito enriquecedora também para nossa agricultura familiar. Comemorou, Ernandes Fernandes, Secretário de Desenvolvimento Rural e Pecuária.

 


Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support

Preferência de Cookies

Usamos cookies e tecnologias semelhantes que são necessárias para operar o site. Você pode consentir com o nosso uso de cookies clicando em "Aceitar" ou gerenciar suas preferências clicando em “Minhas opções”. Para obter mais informações sobre os tipos de cookies, como utilizamos e quais dados são coletados, leia nossa Política de Privacidade.